O Polvo de Natal

Não somos terra de peixe, não somos não mas é na nossa terra que se faz um dos pratos mais saborosos com o ingrediente principal, o polvo, que embora não seja peixe, vem da agua.
Geralmente na noite de consoada, de preferência um polvo bem português e mãos à obra para fazermos o melhor jantar de sempre para a noite de hoje.

Ingredientes:

  • Uma polveira de um a dois quilos congelada;
  • Uma folha de louro;
  • Uma Cebola;
  • Batatas, consoante o numero de pessoas;
  • Um dente de Alho;
  • Pimentão Doce em pó;
  • Azeite e Vinagre

Preparação:
Por volta de 8horas antes retirar a polveira do congelador e deixar descongelar lentamente. Na hora de confecionar caso o polvo não esteja totalmente descongelado, por a embalagem em agua fria até descongelar totalmente. por baixo da cabeça do polvo, vão reparar que existe um orifício, onde o polvo apresenta uma espécie de unha (bico do polvo), retirem com uma faca ou assim, Lavar bem a polveira antes de cozinhar.
Numa panela de mais ou menos 8kg, encher água e levar ao lume até ferver.
Descascar uma cebola e coloca-la inteira na agua juntamente com uma folha de louro. Agarrar na polveira pela cabeça e mergulhar na aguar a ferver por volta de 10 segundos, retirar da panela, deixar repousar alguns segundos e voltar a repetir o processo mais 2 vezes. Tal operação consiste em que os músculos do molusco se habituem à temperatura isto para este aquando cozinhado esteja tenrinho.
À terceira é de vez, o polvo vai para a panela, esta que continua a ferver e deixar cozinhar durante um quarto de hora.
Descascar as batatas e partir em metades lavando bem. Passados 15 minutos, começar a deitar na panela as batatas lentamente de modo a não perder a fervura e deixar durante mais meia hora, é importante que o polvo fique no fundo de modo a ficar bem cozido.
Passado os 45 minutos o polvo deve estar pronto a servir mas claro, prove antes a ver se ainda precisa de alguma cozedura. servir numa travessa, cortando os rabos.
Numa tigela picar um dente de alho, juntar uma colher de café de pimentão doce e dissolver numa pitada de vinagre, mais uma a duas colheres da sopa de azeite.
Pronto a servir, juntar o preparado em cima para temperar e deliciem-se e já que a ocasião deve ser essa a todos umas boas festas

Cristóvão Machado




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *