Início > Artigos > Os Cabanais

Os Cabanais


PT – “Os Cabanais são um local de encontro e convívio das gentes da aldeia. Tornaram-se património cultural da aldeia pelo facto de ser uma construção que quase já não existe em todo o país.”

Esta cache pretende dar a conhecer a aldeia de Caçarelhos e convidam-se os geocachers a visitarem-na demoradamente. A aldeia estende-se para noroeste e tem outros pontos de interesse além deste (igreja, cruzeiro, capelas, escola primária, etc).

“Ocorre aqui a feira mensal do dia 19, antigamente de muito movimento,faziam-se nestes locais, trocas comerciais e eram servidas refeições (com destaque para a posta a mirandesa). Hoje com a evolução dos tempos este hábito vai-se desvanecendo, actualmente, são poucos os feirantes que mantêm esta tradição viva. Contudo, é de salientar o reviver desta movimentação, com a realização anual da feira do pão onde se tenta recordar e preservar os velhos costumes e tradição do uso deste espaço. A resistência destes Cabanais deve-se ao material usado na sua construção e reconstrução, o granito.

CAÇARELHOS
A meio caminho entre Vimioso e Miranda do Douro, em pleno Planalto Mirandês, encontra-se a Centenária aldeia de Caçarelhos onde a natureza, a sua fisionomia rural e as tradições continuam vivas e onde os marcos históricos – Igreja, Capelas, Cruzeiro setecentista e Cabanais (construção já única no país) – integram na perfeição o casario de séculos.
Muita gente diz que, Caçarelhos pode ter tido origem num castro, localizado no sítio de Castrilhouços. Cazarelhos (=) Casarelhos (=) Cassarelhos(=) Caçarelhos
Como reza a história, Casarelhos eram casas pequenas
(semelhantes as dos castros). De facto é verdade que as casas típicas da aldeia são casas em construção granítica e pequenas. Esta imagem encontra-se nos arquivos da Torre do Tombo em Lisboa e retrata as casas típicas transmontanas. Imagem que serviu de esboço para criação de um selo que circulou por todo o país, anos e anos na década dos anos noventa. O que é certo é que as casas presentes no selo pertencem à povoação de Caçarelhos.
Basta chegar ao adro da igreja e olhar para as duas casas em frente à escadaria. A aldeia apresenta monumentos únicos de construção granítica que os faz destacar em toda a região. É o caso da Capela de Santo Cristo; da Igreja Matriz; do Cruzeiro. Não foi ao acaso que Caçarelhos, foi a aldeia escolhida por Camilo Castelo Branco para criar a sua personagem que tinha por nome Calisto Eloi de Silos e Benevides de Barbuda da sua tão importante obra titulada por “A Queda de Um Anjo”. Na altura Caçarelhos pertencia ao concelho de Miranda do Douro e agora vem a dúvida das dúvidas, pois daqui surge uma outra versão da origem da aldeia.
Segundo contam os antigos, no tempo em que se pagava o contributo ao rei, as terras de Miranda exigiram à povoação, que lhes fosse pago esse contributo caçando coelhos para eles. A resposta do povo foi “Que venham Caçar Ellos”. Uma vez que a aldeia fazia parte do concelho de Miranda do Douro, a língua que se falava era o Mirandês, essa expressão no nosso português significa: “Que venham eles Caça-los”, sendo essa a razão de quando se fala de Caçarelhos, as pessoas dos outros povos dizem Caça-Conellos (Caça-Coelhos).”
in: (visit link)