Início > Artigos > Galandum Galundaina – Nós tenemos muitos nabos

Galandum Galundaina – Nós tenemos muitos nabos


A Antena 1 estreou no dia 23 de Abril o novo single dos Galandum Galundaina, “Nós tenemos muitos nabos!

Tem por base dois temas tradicionais que a banda arranjou para ter um som final muito ao estilo de Galandum.

É a canção que precede a saída de um disco novo editado este ano.

GALANDUM GALUNDAINA

A excelência da modernidade enraizada

“Porque os seduzia o encontro com a identidade da terra natal que sabiam que lhes corria nas veias como essência primeira de vida, um dia decidiram aventurar-se pelas sendas e pelos trilhos da música tradicional da Terra de Miranda. E por esses caminhos se forma rendendo, em tons maiores de sedução e encantamento, aos sortilégios de uma herança cultural que sendo raiz de passado eles queriam que fosse sobretudo horizonte de futuro.

Queriam recolher, investigar e divulgar esse património vital do seu coração cultural e, emergindo do coração do Planalto Mirandês em meados dos anos 90 do século passado, o grupo Galandum Galundaina tornou-se uma referência seminal na vertente de reelaboração e actualização dos repertórios da tradição oral da música mirandesa – apre(e)ndidos por imersão por força da vivência no seio dessas mesmas comunidades e, anos mais tarde, abordados com o saber enriquecedor de quem realizou estudos superiores em conservatórios e universidades, nacionais ou estrangeiras -, com uma dimensão hoje muito legítima e merecidamente reconhecida a nível regional, nacional e internacional.

Para melhor concretizarem todo este laborioso trabalho de recuperação e de actualização renovadora e inovadora das sonoridades da música tradicional mirandesa – os temas utilizados, baseiam-se no repertório tradicional dando uma roupagem nas harmonizações vocais e rítmicas de densidades sonoras relevantes que ninguém fica indiferente -, os elementos do grupo socorreram-se de uma tão grande como invulgar variedade de ferramentas sonoras – instrumentos musicais – para o efeito construídos ou preparados/modificados pelo próprio grupo, conferindo-lhes uma característica sonora incomparável e original.

Reconhecidos e premiados, com três registos fonográficos e um videográfico que foram destacados pela crítica da especialidade e aclamados pelo público que faz de cada concerto um verdadeiro festim de intensa celebração cultural e de amplamente partilhado convívio, Galandum Galundaina assumiu sempre, ao longo dos vinte anos da sua existência, uma cumplicidade activa e dinâmica para a implementação, programação e apoio técnico de vários festivais e eventos a nível nacional.

Neste percurso, volvidos todos estes anos, as sendas e os trilhos que eles percorreram para a (re)descoberta da música tradicional mirandesa converteram-se num caminho original e inspirador para as novas gerações de músicos e instrumentistas, dentro e fora da terra de Miranda. Muito mais do que embaixador musical e cultural da Terra de Miranda, Galandum Galundaina é, aqui e agora, a expressão da excelência daquilo que de melhor se faz, no quadro da estética folk, em termos de reproposta das raízes musicais da identidade mirandesa.”

Mário Correia

Fonte: Antena 1