Início > Artigos > Adélia Garcia, a menina das fábulas de encantar

Adélia Garcia, a menina das fábulas de encantar


Adélia GarciaSe existe um icone vivo que retrate Caçarelhos e a região do nordeste transmontano essa pessoa é Adélia Garcia. A sua simplicidade levou-a aos quatro cantos do mundo sem nunca ter saído da aldeia onde nasceu e sempre viveu.
Sempre teve a dedicação pelo seu povo, partilhando sua cultura, seus saberes e costumes e desta forma ficou conhecida através de Michel Giacometti. Já vierem de muitos lados ouvir suas histórias, ouvi-la cantar, encantando várias gerações. Gravou discos de cantares tradicionais da região, deu a conhecer tantas modas e cantigas que chegaram a ser gravadas por muitos, como BFachada e  Né ladeiras(Álbum Traz Os Montes).


Adélia Garcia, Caçarelhos

Apresentou  sempre uma imagem de destaque nos eventos de cultura e tradição do nordeste transmontano.
Foi ela quem me deu catequese, a mim e muitos mais. Era ela que ao fim da tarde durante muitos anos rezava o Terço  e a Via Sacra  na aldeia. Fez parte do coro do rancho folclore e da paroquia de Caçarelhos onde fazia destaque com a sua voz bela.

Adélia Garcia é sem dúvida alguém que sobressai, a sua humildade e disponibilidade para com os outros fazem com que não se torne indiferente para aqueles que a tem ouvido.
Não nasceu em berço de ouro, muito pelo contrário, teve uma vida de muito sacrifício. Como outras pessoas mais. Adélia Garcia, viveu parte da sua vida do contrabando, passando de Espanha para Portugal, kilometros e kilometros a pé e de burra, noites a fio e com frio, de modo a sobreviver e conseguir um sustento para a si e para os seus.

Tiago Pereira e Adélia Garcia

Foi então que há 10 anos Tiago Pereira a conheceu e se tornou seu amigo. Divulgou toda a sua pessoa, a sua voz, os seus costumes, as suas cantigas, os seus dizeres na sua obra de destaque. Foi Filmada várias vezes, para os seus trabalhos. Aparecia em quase todos os seus filmes. Foi uma das protagonistas em conjunto com outras senhoras do Documentário 11 burros caem no estômago vazio“, Sendo premiado como melhor curta metragem DOC LISBOA 2006. Tem filmado várias vezes  na rubrica “a Musica Portuguesa a Cantar por ela Própria” Mais tarde levou a sua voz para a  rádio no programa “o povo que ainda Canta”.
Dia 19 de Março na RTP2, Adélia volta a ser Estrela  no Programa agora em formato televisivo com o mesmo nome “O Povo que ainda canta”.  O Programa irá para o ar por volta das 23horas.

Cristóvão Machado