Monthly Archives: Novembro 2007

Edição Novembro 2007

Lá estive eu por terras transmontanas a passar uns dias, a respirar o ar puro que tão bem nos faz, relaxar e apreciar a natureza linda que nos rodeia por montes e pelo planalto Mirandês. Tempo de castanhas, já bastante frio à mistura mas soube bem estar por Caçarelhos onde tudo é lindo, onde tudo faz sentido. É pena ver que infelizmente se tem de ir para longe para ganhar o pão de cada dia. Por mim é no norte onde me sinto bem, onde de facto faz sentido a minha vida. Espero que um dia seja possível voltar de vez para trabalhar na minha terra e fazer por ela de modo a leva-la para a frente e de forma a mostrar que de facto vale a pena viver em Caçarelhos. As pastagens verdes, o ar puro, a natureza dos campos, a vida que se faz viver nesta aldeia e arredores. Obrigado Caçarelhos pelos bons momentos que me dás, estarão sempre dentro do meu coração e para mim sempre fará sentido viver nesta aldeia pacata e tão linda do nordeste transmontano.

Não é impossível fazer vida aqui pelo contrário, a vida aqui é mais saudável। No meu ramo que é bem moderno é possível trabalhar por aqui é preciso é sofrer antes fora, sofrer por uma boa causa mas um dia voltarei à terra que me viu nascer, crescer. A terra que tudo me deu e que tudo me dá. Um paraíso na terra longe da confusão, do trânsito e do stress onde toda a gente tenciona ficar mas não eu porque vida só temos uma e não foi esta a forma que escolhi para viver a minha. Embora seja novo, é assim que eu penso e se todos os jovens desta terra pensarem assim, Caçarelhos estará sempre vivo.

Videoclipdo mês


Madredeus – Alfama

Galeria de Fotos de “Celine Vicente”