Monthly Archives: Outubro 2007

Edição Outubro 2007

A toda a população de Caçarelhos, Presidência da Junta e Assembleia de Freguesia, Ex.mo Padre Antónjo Leça, Casa de Caçarelhos, mordomias de todos os santos da Freguesia Comissão Fabriqueira, Srs. Comerciantes, emigrantes e imigrantes espalhados pelo mundo e restantes amigos e simpatizantes da nossa aldeia de Caçarelhos.

Como filho de Caçarelhos, amigo da aldeia e das nossas gentes, aproveito esta oportunidade através deste “nosso” Blog de Caçarelhos, criado por um jovem que além de não ter nascido em Caçarelhos, não renegou a aldeia de seus pais e a ama como se dela legítimo filho fosse, proporcionando a todos nós mais proximidade da terra que nos viu nascer. Para o Cristóvão
Machado o me apreço e simpatia। Obrigado।

Ora, aproveitando assim esta oportunidade, dirijo-me a todos sem excepção fazendo-lhes uma proposta:
Assim está na minha mente, sendo Caçarelhos uma aldeia outrora, rica em agricultura, grandes searas de trigo e centeio, aldeia comunitária na entre ajuda das tarefas inerentes ao trigo e centeio, ceifas, acarreijo, trilhas, limpas, etc.
Sendo também Caçarelhos terra de gaiteiros e cantadeiras, onde a juventude de outrora privada do desenvolvimento dos grandes centos a que hoje estamos habituados e talvez ate saturados do reboliço dos mesmos, partilho com todos esta ideia e porque não fazer no próximo ano, no mês de Agosto a coincidir com uma das festa da aldeia, uma réplica de como era o ciclo do pão, em que a Junta de Freguesia, ou… semearia uma pequena terra de trigo em que tal dia se faria a ceifa, os molhos, a meda, o acarreijo, o burnal, a trilha, a parba e limpa (sexta e Sábado) mostrando aos nossos filhos e netos o que os nossos antepassados faziam, pois que se assim não fizermos, daqui a mais quinze ou vinte anos tudo se perderá e Domingo terminaríamos com a festa e um encontro de gaiteiros do género do efectuado em 2002.
Estou certo que esta ideia é viável, haja boa vontade de todos e demos as mãos para de novo trazermos Caçarelhos para a ribalta dos eventos.
Apoios para o evento, estou certo de que não vão faltar, desde que atempadamente se programem as coisas.
Esta é, acreditem a minha muito humilde. mas muito sentida convicção de que poderá tornar-se realidade.
Para todos, os meus melhores cumprimentos। Vosso amigo conterrâneo José Ventura.

José Ventura

Amália Rodrigues (HOMENAGEM)

23 de Julho de 1920. 6 de Outubro de 1999

VIDEOCLIP DO MÊS

Ana Moura – O Fado da Procura

A ROTA DOS MOINHOS DE AGUA


Fotos de Nuno Vicente